Cinema & Café: Armas na mesa

10 agosto 2017

cinema e café

Marina Landert


Cinema & Café: Armas na mesa(2016)

Diretor: John Madden
Elenco: Jessica Chastain, Mark Strong, Sam Waterston, Alison Pill, John Lithgow.
Sinopse: Elizabeth Sloane (Jessica Chastain) é umas lobistas mais bem-sucedidas de Washington. No entanto, quando decide enfrentar o lobby a favor do porte de armas se vê ameaçada e começa a questionar os limites de sua profissão.

armas na mesa03
Olá pessoal, tudo bem?
Para o cinema & café de hoje trago um filme que aqui no Brasil recebeu o nome de Armas na Mesa e que estava na temporada de filmes do Oscar e por pouco não ganhou uma nomeação, especialmente de melhor atriz, o que seria merecido, diga-se de passagem.
Armas na mesa passou meio despercebido aqui nos cinemas, mas é um filme com um ritmo muito surpreendente e que vale muito a pena ser assistido. Mas antes das minhas impressões, vamos ao resumo do filme.
Elizabeth Sloane (Jessica Chastain) é uma das lobistas mais bem-sucedidas e mais inescrupulosas de Washington, implacável, manipuladora, sem amigos e sem família. Quando seu chefe a convoca para defender o lobby a favor do porte de armas no Senado americano, Sloane se demite e se junta à empresa concorrente para trabalhar contra as leis de porte de armas. A partir daí se inicia uma luta contra o tempo, com estratégias ardilosas por todos os lados, com sérias ameaças, onde Sloane começa a se questionar qual o limite de tudo.


aramas na mesa01
Política é um dos temas mais abordados em Hollywood, seja em séries como House of Cards ou Scandal, ou em filmes como Tudo pelo Poder ou Todos os Homens do Presidente. Apesar disso, é um tema que sempre acaba chamando bastante atenção, não importando qual sua ênfase. Armas na mesa entra bem nesse quesito pois está inserida em um contexto político, mas abrange muito mais que isso, pois trata de um assunto polêmico e importante, o lobby. Desde o início o diretor John Madden, conhecido por filmes mais leves como Shakespeare Apaixonado e O Exótico Hotel Marigold, nos apresenta a Elizabeth Sloane, uma lobista implacável, workaholic e que à primeira vista não diferencia muito os limites da ética e do certo e errado. Essa obstinação da lobista vai a outro nível quando tem a chance de fazer lobby contra a indústria de armas, indo ao oposto de seu antigo chefe. A partir daí se inicia uma verdadeira guerra sem escrúpulos de nenhum lado.
armas na mesa05
Assim, acompanhamos os bastidores dessa intensa disputa que ocorre em um ritmo alucinante, muito bem retratado do começo ao fim. O filme faz um extenso debate acerca da polêmica questão do porte de armas, que é muito forte nos Estados Unidos uma vez que sua venda é legalizada, mas nunca pendendo muito a favor ou contra. Aqui é um dos maiores acertos do filme, que consegue transportar esse debate político para realidade, que hoje assim como no filme ocorre de forma cada vez mais tensa e polarizada. Em um momento político conturbado como nosso país vive por exemplo, Armas na Mesa, é um filme muito relevante pois trata os bastidores de uma votação do Senado, mostrando os acordos que ocorrem, alianças, e como a política cada vez mais se transforma para o lado negativo. De certa forma o filme mostra que essa disputa polarizada entre lados totalmente opostos acabar por contribuir cada vez mais com esse jogo de manipulação.

Armas na mesa funciona muito bem com seu ritmo dinâmico com muitos personagens que se revezam nesse jogo político, mas grande parte desse mérito deve-se à Jessica Chastain, que segura o filme como Elizabeth Sloane e consegue convencer muito bem no papel dessa mulher imponente, desde a sua caracterização de uma mulher de negócios, com sua postura e entonação de voz. Se por um lado a atriz consegue mostrar a força que a personagem demanda na maioria dos momentos, também consegue contrapor com uma vulnerabilidade em outros. Vale ainda destacar o enquadramento proposto pelo diretor em muitas das cenas de Sloane, que a coloca discursando diretamente para o telespectador, como mais um recurso que prende a atenção ao máximo.
Assim, Armas na Mesa é um filme surpreendente, que prende a atenção do começo ao fim, é muito relevante e atual, trazendo importantes reflexões importantes. Super recomendado!
Bom filme e até a próxima! Trailer:
Siga o Blog nas redes sociais e fique mais pertinho da gente ?
FacebookInstagramTwitterYouTubeBaixe o Aplicativo para celular In The Sky
Marina Landert
Sobre o Autor Marina Landert, ou Mari, como preferir. Jornalista viciada em uma boa história e que não vive sem um bom livro na bolsa. Apaixonada por filmes, séries, música e por viajar. - See more at: http://intheskyblog.blogspot.com.br/p/sobre.

Nenhum comentário :

Postar um comentário