Resenha: A Garota do Penhasco, Lucinda Riley

06 setembro 2013

Oi amores tudo bem???
Hoje tem resenha no blog #todoscomemora!

Quem me segue no Twitter, ou no Instagram já me viu surtar com os livros da Lucinda Riley. Desde o primeiro que li A Luz Através da Janela me apaixonei pela escrita, pela narrativa da autora. E sempre que escrevo uma resenha de um livro seu é um desafio enorme, pois gosto tanto que não sei por onde começar.
Leia também:
- A Casa das Orquídeas.
- Lucinda Riley, como não amar…

Lucinda Riley, A Garota do Penhas 02

A Garota do Penhasco - Lucinda Riley

A Garota do Penhasco é um romance que enreda o leitor através de vários fios: a história de Grania Ryan e sua querida Aurora Devonshire, a garota do penhasco, nos fala sobre mudança de vida. A história das famílias Ryan e Lisle é um lindo conto sobre um século de mal-entendidos e rancor entre inimigos que se acreditam enganados por falcatruas financeiras. O caso de amor entre Grania Ryan e Lawrence Lisle comove por sua delicadeza e força vertiginosa que culmina em imensa tristeza. Mas, sobretudo, A Garota do Penhasco é um livro que mostra como é possível encontrar uma finalidade, um propósito, quando todas as esperanças parecem perdidas.
Edição: 1
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581632575
Ano: 2013
Páginas: 528

Como já disse lá em cima, escrever sobre Lucinda Riley é um desafio.
Em A Garota do Penhasco, conhecemos Grania, uma jovem mulher que mora/morava em Nova York, mas deixa seu namorado depois de um aborto. Ela volta para casa dos pais com a intenção de esfriar a cabeça e pensar no que fazer na vida.
Em um dia de caminhada, Grania, encontra Aurora, a garota está num penhasco observando e então a vida delas misteriosamente se cruza.
Grania vai para casa e conta para sua mãe, Katheleen que viu uma linda menininha no penhasco, sua mãe, sem cerimônias, pede para filha ficar longe da menina.
Lucinda Riley, A Garota do Penhas 03
É óbvio que Grania não fez o que a mãe pediu. Já nas primeira páginas aproximação das duas é evidente. Elas tem uma ligação forte com o passado e tempos depois Grania fica sabendo disso.
Katheleen, entrega a filha algumas cartas onde as respostas que ela procura talvez as encontre,
Neste momento Lucinda então nos leva para outro década, onde conhecemos Mary, uma empregada doméstica na casa dos Lisle, uma mulher que sonha em se casar e ter uma vida melhor. Porém um dia o senhor da casa chega com um bebê e essa pequena criança cruza então a vida de Grania e Aurora lá no futuro.
Lucinda é uma contadora de histórias nata. Não tem como o leitor não se apaixonar por suas palavras, por suas histórias, onde passado, presente e futuro estão diretamente ligados.
A Garota do Penhasco é muito mais que uma história bonita, Lucinda Riley soube explorar todo o drama da vida de Grania e Aurora juntando as duas famílias de uma forma tão encantadora que o leitor chega a suspirar. Sim gente, suspirar!!!!
A leveza da narrativa da autora, o conteúdo histórico do livro fazem de A Garota do Penhasco um livro único. E não se assustem com a grossura dele. A história prende tanto o leitor que em poucos dias você lê o livro todo!
Lucinda Riley, A Garota do Penhas 04
Apesar de não ter gostado muito de Grania (leiam o livro, não vou falar o motivo) é impossível não amar a relação entre ela e a menina. E como ambas tem muito mais em comum do que se pode imaginar.
Já Aurora é um caso a parte, uma menina de nove anos inteligente, cheia de vida, com uma sensibilidade enorme, ela sente e vê as coisas de uma maneira que nem todos conseguem.
Antes de começar alguns capítulos do livro, Aurora faz questão de deixar seu ponto de vista sobre alguns acontecimentos, do jeito dela, é claro.

Mais uma vez Lucinda Riley acertou em cheio ao escreve ruma história cheia de emoções, acontecimentos, que deixa o leitor com os sentimentos a flor da pele.
Se eu recomendo o livro?
Mil vezes recomendando.
Lucinda Riley01



Helana O'hara
Sobre o Autor "Sou tímida, quem diria, e me sinto desconfortável no meio de muita gente. Não sei ter relações meramente sociais: fico amiga ou não fico nada, o tititi mundano está acima de minhas capacidades. Adoro estar nos lugares, olho tudo, sou curiosa, gosto de ouvir o que as pessoas dizem, mas, quando elas são muitas, eu preferia ser uma mosca.” {Danuza Leão} Petites + In The Sky + Dave Grohl + James Franco + Anna Friel + Ryan Gosling + Música + Cinema e louca por livros! {www.epetites.blogspot.com.br} {www.intheskyblog.blogspot.com.br} Bem vindo sempre!

20 comentários :

  1. Que lindo!
    Estou morta de vontade de ler e a sua resenha aumentou!!!
    Lindas fotos!
    Lindo marcador!
    Babando aqui
    Beijos!
    Rizia - Livroterapias - Promoção Marcadores Personalizados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O marcador do livro é lindo, gosto muito dele.

      Excluir
  2. Estou doida por este livro, só esperando o meu chegar! Apesar de ser grosso (como os outros dois), a história deve passar num piscar de olhos. Lucinda sabe escrever sobre a vida e constrói personagens incrivelmente humanos. Sou fã de carteirinha!
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você já leu livros da Lucinda? Olha que legal!!!!! Não sabia..
      Eu gosto muito de A Casa das Orquídeas é lindão.

      Excluir
  3. "Não vou falar, leiam o livro". Isso é maldade! kkk
    Super vontade de ler esse livro, só falta ter ele xD
    Acho que já gostei dele só pelo que você disse na resenha =)

    Beijos :*
    www.tainahrodrigues.com
    fantasiandocomoslivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. heheheh, mas tem que ler o livro, ele é tãooo lindo!

      Excluir
  4. Já havia me interessado pelos outros livros da autora, esse nem tanto, mas depois da sua resenha, adicionei o livro à minha wishlist!

    Beijos,
    Letícia - Literature Diary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leticia, sério?
      A Garota do Penhasco é genial, Lucinda se superou com ele.

      Excluir
  5. Não curto livro assim, mas parece interessante *-*

    ResponderExcluir
  6. Adorei a resenha, e adorei essa sapatilha linda também. Não é meu gênero, mas dá vontade de ler, hm.

    ResponderExcluir
  7. A Lucinda é realmente fascinante na sua escrita. Terminei a luz através da janela e fiquei encantada, louca pra ler esse lançamento.
    Ótima resenha

    ResponderExcluir
  8. não li nenhum dos livros da autora ainda, mas você já falou tantas maravilhas dos livros dela, que fico super curiosa!
    só a sinopse de Garota do Penhasco já me deixa super curiosa, e sua resenha me deixou mais ainda... e com expectativas lá em cima!
    espero ler logo, e me surpreender bastante! ;~~

    ResponderExcluir
  9. Adoro o jeitinho das histórias dela, é sempre tão simples e bonito, de um jeito que a gente não esquece. Esse parece ser mais um muito bom da autora, só vendo coisas legais e querendo demais conferir.

    ResponderExcluir
  10. Olá, adorei a resenha, gostei da sinopse de A casa das orquídeas, mas o tamanho me assustou, porém depois de ler essa resenha fiquei ainda mais curiosa por essa autora, estou numa vibe de livros Drama e tals. Acho que irei gostar, mas você recomenda ler qual livro da Lucinda primeiro?
    Parabéns pela resenha.
    Bjinhos

    ResponderExcluir
  11. Quando vi esse livro na vitrine da Saraiva me apaixonei instantaneamente, li a sinopse e fiquei ainda mais encantada e um tanto curiosa !
    Sua resenha me fez querer a leitura ainda mais !!

    Parabéns,
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raylene, tudo bem?
      Eu adoro Lucinda Riley, sou suspeita el falar né.

      Excluir
  12. Quando vi esse livro na vitrine da Saraiva fiquei encantada instantaneamente, depois li a sinopse e fiquei ainda mais curiosa com a historia.
    Sua resenha só aumentou minha vontade de ler, que já não era pequena!!

    Parabéns,
    Obg,

    ResponderExcluir
  13. Sempre maravilhosa, Lucinda mais uma vez deve me encantar. Adoro dramas familiares, personagens que nos envolvem, um tempo na narrativa que me transporta. Gosto de ficar grudada no livro e Lucinda Riley consegue fazer isso, com suas muuuuuitas páginas que me emocionam e nem sinto o tempo passar. Mais um desejado, com toda a certeza.
    Linda capa, caprichada e que já me convida a abrir o livro.

    ResponderExcluir
  14. Ainda não conheço a escrita da Lucinda, mas tenho muita curiosidade.
    Gostei da premissa, =D

    ResponderExcluir